Resenha - Livro

[RESENHA] ÚLTIMAS PÁGINAS DE UMA HISTÓRIA DE AMOR [COM SPOILERS]

15991542_961398553994795_1128497958_o.jpg

Livro: Últimas páginas de uma história de amor

Autor: Hennan Mesquita

Editora: Chiado

Estrelas: 5/5


Ju é uma pessoa completamente bondosa, adora livros de romance (a ponto de sua mãe ter de pegar seus livros para que pudesse fazer uma pausa para comer), tem duas melhores amigas: Betty e Alice. Sua família é muito unida, em casa são Ju, sua mãe e seu padrasto, pois seu pai faleceu.
Nando é praticamente o oposto de Ju, é todo na sua, tímido e não se enturma fácil. Gosta apenas de ficar em seu quarto jogando jogos online. Ele é irmão mais novo da paixão de todas as meninas do novo colégio: Rick. Seu irmão mais velho o defende e se mostra presente em todas as ocasiões que ele precisa, o laço entre os dois é bem forte. Em casa são apenas Fer(nando), sua mãe, seu pai e Rick. Seus pais têm brigas frequentes, Nando não os considera uma família feliz, muito menos unida.
A história se inicia quando Nando e Rick chegam na escola nova, Ju e todas as outras pessoas ficam boquiabertas com a chegada de Rick, que é lindo e totalmente charmoso, e, junto dele, é possível observar seu irmão Nando, não tão alto quanto ele, nem tão bonito quanto ele, nem tão charmoso como ele, nem tão simpático como ele. Rick chega à escola cumprimentando todos com um sorriso, Nando passa pelas pessoas com a cabeça baixa, sem nem se quer olhar no rosto de alguém. Ju observa a cena e percebe que Rick e Nando são completamente diferentes. Começando a aula, Ju resolve sentar ao lado de Nando, que se encontrava no fundo da sala após ser intimidado pelo valentão da turma. Ju tenta puxar assunto, Nando responde irritado cortando Ju logo de início, pois sabia que seria uma pergunta sobre seu irmão.

Foram muitas tentativas de Ju se aproximar de Nando, e foram muitas cortadas que ele havia dado em Ju. Porém, no fim da primeira semana de Nando no colégio, Ju o ofereceu carona para casa, e no meio do caminho foi decidido que ele iria jantar na casa de Ju, mesmo que ele não quisesse tanto assim.
O tempo passou, por mais que Nando tentasse evitar Ju, ele não conseguia, e por fim, acabaram se tornando amigos. Ju acabou distanciando-se um pouco de suas duas melhores amigas. Certo dia, Nando começou a se sentir grandemente confuso, começou a pensar que era gay, e com isso, correu até a casa de Ju, pois precisava de alguém para conversar. Chegando lá, Ju o encontrou na porta de sua casa e, no meio da rua, em poucas palavras, disse que estava pensando que era homossexual. Ju, que agira por impulso, apenas o beijou. E foram embora. Nando ficou pensando durante tempos, ele realmente não sabia, após aquele beijo, se era ou não gay.
Os dois faziam tudo juntos às sextas, sábados, e domingos. Viraram melhores amigos, ou seja lá o que gostariam de chamar. Até que, quando completaram seis meses desde o primeiro (é único) beijo, Nando foi à casa de Ju, entrou em seu quarto de surpresa quando Ju não se encontrava lá e esperou que voltasse. Enquanto isso, começou a folhear um caderno que havia encontrado, nele vira que havia VÁRIOS corações em volta do nome do irmão, pensou consigo mesmo que Ju fizera tudo aquilo para poder se aproximar de Rick, sem chão e sem saber o que fazer quando Ju entrou no quarto, Nando apenas saiu.
Após esse dia, houve uma discussão entre os pais de Nando e Rick em casa, fazendo com que eles tivessem de voltar para a cidade antiga com sua mãe, que estava sendo alvo dos ataques de mau humor do pai. Nando não se importou, estava indiferente a tudo após o acontecimento com Ju, então apenas foi.
Dois anos se passaram, desde então Nando e Ju não haviam trocado mensagens, até que Nando resolveu ir até a sua antiga-nova-cidade visitar Ju, pois toda aquela raiva já havia passado. Chegando la encontrou ao lado da porta os pais de Ju, Betty e Marcos, o vizinho. Eles não pareciam felizes, foi aí que Nando descobriu: Ju havia morrido há dois meses. Ele foi embora, sem chão, como da última vez. Desta vez lhe entregaram uma caixa, era o presente que Ju havia comprado para ele quando fizeram seis meses, dentro dela haviam várias cartas, uma delas dizia:

Te amo ontem, hoje e sempre!!!

Júlio.


FOI AI QUE EU TIVE UM TREMENDO CHOQUE, POIS GENTE, EU JURO QUE NEM COGITAVA A IDEIA DE JU SER UM GAROTO, EU AINDA TÔ SEM ENTENDER NADA COM ESSE FINAL!!!!!

O livro tem a visão dos dois personagens sobre o mesmo acontecimento, assim, podemos observar claramente o sentimento dos dois, que, por sinal, é passado para o leitor nitidamente. Quero muito ler a continuação, o segundo livro começa com Betty (melhor amiga de Ju) falando que irá confessar “como matou o melhor amigo”. Mal posso esperar para ler, não tô me aguentando!!!! E quer saber? Super indico o livro, pois além de ser ótimo é super rapidinho de ler, li somente em um dia e já é um dos meus favoritos.

Anúncios
Recebidos · Resenha - Livro

A FACE OCULTA DA LUA: PRIMEIRAS IMPRESSÕES – RESENHA #7

15310405_932955253505792_1194175584_n

Heyy gente!!

Recentemente recebi esse livro maravilhoso de poemas e vim resenhar para vocês hoje.

Livro: A face oculta da lua

Autor: Rafael de Athayde Soares

Editora: Chiado

Estrelas: 5/5


SINOPSE:

“Você sou eu

Eu sou você

E com você eu me casei,

E hei de me casar,

Pelas próximas mil vidas que eu tiver,

E pelas próximas mil mortes que eu morrer.”

Um livro denso, intenso, preso a eterna dicotomia entre o sóbrio e a paixão incontrolável que move a vida humana. Uma compilação de poemas que abrange todas as fases da vida do autor até agora. Desde a adolescência, com suas dúvidas e angústias, até a fase adulta, onde irrompe uma poesia marginal, que apesar da lascívia, é romântica, é verdadeiramente sobre o amor. Esse amor que é retratado como pueril e algo idealizado, inatingível na adolescência, até irromper no amor verdadeiro, carnal, sensualmente belo da fase adulta, oculto sob a metáfora da face da lua. E no meio, impressões pessoais, pinceladas, como quadros impressionistas de viagens, paisagens, cidades pelo mundo.

O autor bebe da fonte de poetas como Charles Baudellaire, Rimbaud, Bukowsky, não esconde suas raízes marginais de Augusto dos Anjos, nem do existencialismo de Fernando Pessoa.  Um livro sobre a vida, vida humana nua e crua, sem censuras, sem poréns.”


O livro é dividido em três capítulos, adolescendo, lugares e paisagens, a poesia marginal. O livro em si é maravilhoso, gostei muito de todos os poemas feitos pelo autor, porém, como a gente sempre tem aquela queda maior por alguns poemas do que por outros… Eu tive meu preferido, com o nome de Amsterdam, deem uma olhada nas melhores partes dele:

Sem título.png

15301183_932954456839205_627056496_n

Sinceramente não sei porque amei tanto esse poema, talvez seja por eu amar Amsterdam ou por me admirar com as letras das canções de Codplay. Ou então, seja porque eu gosto muito de presenciar reencontros, como num aeroporto (que é falado no poema). E, por incrível que pareça me pergunto a mesma coisa “será que minha vida será assim? Cheia de chegadas e despedidas?” E, assim como o autor, eu desejo que não pois, convenhamos, despedidas não são nada legais.

Há também vários outros poemas, alguns no estilo desse, outros não, porém são todos ótimos! De verdade, eu não sei porque gostei tanto do livro, pode ser que eu tenha me encantado pelos poemas pelo fato de que o jeito que o autor escreve tenha me contagiado, eu me prendi a eles tão rapidamente que, quando me dei conta, o livro acabou. Garanto que vale muito a pena a leitura, gostaria de agradecer ao autor pela confiança e por ter me dado a oportunidade de ler seus textos ❤

15134306_932954430172541_282020603_n
“Nada poderia ser mais clichê e patético. Mas o que seria da minha vida se não fossem meus patéticos clichês?”
Livro · Recebidos · Resenha - Livro

CORAÇÃO SEM FIM – RESENHA #6

3

Heyy gente!! Vim falar hoje sobre esse livro que eu estou apaixonada, peço perdão pela demora para liberar a resenha, mas vamos em frente.


Livro: Coração Sem Fim

Autora: Larissa Lúcio de Carvalho

Editora: Chiado

Classificação: 5/5


 

Bianca, Samanta e Ruan eram amigos desde a infância, cresceram juntos e continuaram juntos até a adolescência, porém corriam atrás de sonhos diferentes, e isso acabou por distanciá-los.

Samanta é uma garota alta e magra com uma personalidade forte, possui um coração muito bom, é apaixonada pelo mundo marinho, por música e filosofia, ela possui o sonho de estudar biologia fora, e esse sonho de realiza quando ela ganha uma bolsa para estudar na Inglaterra. Sua mãe, sofre com bipolaridade, é dona da ONG Projeto e Vida, e cuida da preservação de espécies marinhas nas praias de Araras. Natália, irmã caçula de Samanta, sofre de dislexia e por isso precisa de alguns cuidados maiores, os pais das duas garotas são divorciados por motivos desconhecidos para ambas.

Bianca é uma garota totalmente linda, por onde passa as pessoas a olham, é modelo promissora e está para embarcar para o Japão e seguir carreira. No decorrer do livro descobrimos que, na verdade, essa profissão nunca foi do sonho de Bianca, e sim de sua mãe, seu verdadeiro sonho é cursar direito.

Ruan é o único dos três que não pensa em partir, também é um garoto bonito, trabalha no quiosque de seu pai , vem de um familia cristã e é apaixonado por uma das duas meninas, sendo a outra também apaixonada por ele, surgindo o triângulo amoroso da história.

Tudo começa quando Bianca conta à Samanta que está decidida a contar sobre seu amor à Ruan alguns dias antes de viajar para o Japão. Samanta por sua vez se sente enciumada, sem saber realmente o que está sentindo, resolve se afastar dos dois e não tocar nesse assunto. Bianca então se abriu com Ruan como planejado, mas descobriu que ele não a via com os mesmos olhos e com isso seus problemas de saúde pioraram. Enquanto ela estava no Japão à trabalho, algumas coisas mudaram em Araras. Ruan e Samanta descobriram que se amavam e ficaram juntos. Samanta acaba descobrindo que sua amiga não desistirá do amor de Ruan e para não vê-la sofrer, prefere terminar tudo com o amigo de infância antes de ir estudar fora. Com a ida para estudar na Inglaterra muitas mudanças acontecem, Samanta encontra um novo amor enquanto Ruan e Bianca começam a namorar no Brasil, e com toda essa distância os três amigos permanecem sem contatos como antes, até que algo acontece e os reaproximam novamente, porém só lendo para saber!

vphI6lLy.jpg

O que mais me chamou atenção no livro foi a colocação da autora sobre os problemas como bipolaridade, dislexia, bulimia, e também sobre a preocupação dos personagens em preservar a natureza e ajudar aos outros. A história serve como inspiração para vida pois a gente acaba tendo um conhecimento maior sobre as coisas e até mesmo nos interessando nos assuntos que são falados. Eu me apaixonei com essa história de um jeito inexplicável, no fundo ela relata acontecimentos que muitas vezes nós presenciamos e não sabemos como lidar, sem falar que todo começo de capítulo tem uma frase o que é muito fofo, preciso de um segundo volume urgentemente.

Recebidos · Resenha - Livro

SETEMBRICES

C360_2016-03-11-13-58-59-305.jpg

Heyy gente!!

Vim aqui hoje para falar sobre um livro de poemas que eu recebi da escritora Analice Chaves e que eu me identifiquei muito com tudo que tem nele, resolvi tirar algumas partes para mostrar aqui, porque, sinceramente, tem muita coisa linda! O nome do livro é “Setembrices e outros resquícios de revolução“.


Sinopse: Um dia descobri que tudo aquilo que diziam nas cancões era verdade: o amor não passava de uma grande revolução. Percebi que os poemas de amor eram imensamente mais bonitos, tanto que a palavra “poema” já não esclarecia sua grandeza. Era preciso um nome revolucionário. Ainda sonolenta, lembrei que, quando a primavera chega, traz a luz da vida ao topo dos ipês e isso parece mágica. É por isso que setembro é sempre recomeço. E setembrice, seus resquícios de revolução.


Logo no início veio esse recadinho que eu adorei muito haha

 

set.png
“À Laura, porque assim como as garotas, a poesia tem poder.”

Depois, folheando o livro encontrei vários poemas que eu adorei mas teve duas partes que me chamaram muito a atenção, foram elas:

C360_2016-03-11-14-23-35-245.jpg
“Amor é um jogo de roleta russa, só que com os corações no tabuleiro, quem será que vai se machucar primeiro?”

Essa parte da foto a cima foi sem mais, sem menos, minha preferida. Se for parar pra pensar, é realmente isso que acontece na maioria das vezes, porém ao invés de ser com arma e bala, é com o coração de ambos, e assim como o jogo, só acaba quando alguém se machuca.

C360_2016-03-19-15-37-59-808.jpg
“Eu quis escrever um poema que dissesse tudo e quando quis, quase automaticamente um zilhão de palavras e pensamentos pularam pra dentro da minha janela. Tentei colocar ordem, organizá-los por tamanho, mas não deu. Começaram a voar em redemoinho no espaço do quarto. Pronto, bagunça feita. É isso que você chama de poesia? É.”

Essa parte me chamou muita atenção porque, realmente, quando, eu pelo menos, penso em escrever sobre alguma coisa, milhões de pensamentos vêm, e às vezes eu até me embolo para conseguir explicar e organizar todos eles, e assim acontece com a poesia.


Vale muito a pena comprar o livro gente, recomendo não só pra quem gosta de poesias mas para todo mundo, porque tem umas partes que faz a gente pensar e refletir também.

[FOTOS AUTORAIS]

 

Livro · Resenha - Livro

AS CRÔNICAS DE MIRAMAR – RESENHA #5

ASCONICASDEMIRAMARR.jpg

Heyy gente!!

Esses dias chegou aqui em casa um livro da nossa Editora parceira Editora Chiado, eu o li e simplesmente amei, espero que ao contar um pouco dele, vocês também gostem.

Nome: As Crônicas de Miramar – O segredo do camafeu de prata.
Autores: Flávio ST Jayme e Wemerson Damasio
Editora: Chiado
Classificação: 5/5

O primeiro livro de “As crônicas de Miramar” conta sobre três adolescentes: Gabriel, Elizabeth (Liz) e Sara, que viviam uma vida normal. Até um dia, o diretor da escola de Sara  e da escola de Liz – que até então não se conheciam – mandar os pais das duas as levarem para um lugar chamado Miramar, um lugar que ninguém conhecia e não existia no mapa, governado por Caroline Corin, que abriga jovens com “superpoderes”, porém nenhum deles sabia disso.

A mudança das meninas foi totalmente rápida, Liz ao receber a proposta de se mudar para Miramar ficou muito confusa, pois não sabia onde era, nem nunca havia escutado falars sobre o local, porém mudou para Miramar apenas com seu pai – pois sua mãe, segundo o mesmo, havia morrido – sem questionar a decisão.

Sara fora com sua mãe e pai, porém ela também não sabia o motivo, achava que estaria sendo levada para um lugar onde havia outros negros como ela, já que sofria indiferença na escola pela cor de sua pele.

Gabriel descobriu Miramar por uma falha no sistema do local, e desde então insistia em mandar e-mails para ser aceito por lá. Ele, diferente das meninas, sabia sobre seu poder e sabia como usá-lo. Como ele desembarcara sozinho, teve de ficar na casa da governadora, Caroline, o que foi muito estranho até mesmo para Gabriel.
Os três chegaram à Miramar no mesmo dia, Liz e Sara haviam se conhecido em uma parada antes de chegar ao destino. Em Miramar, as duas conheceram Isaac, um garoto homossexual, que sofria por descriminação e que morava por lá há alguns meses, e Daniel, que morava por lá havia dois anos, apenas com sua mãe, rapidamente viraram super amigos.

Gabriel não se interessou em ficar com os quatro, ele resolveu se juntar aos três queridinhos de Caroline Corin: Arthur, Erick e Jhonatan (os valentões).
Antes mesmo da primeira noite acabar, Liz encontrou embaixo de sua cama um relicário – que preferiu chamar de camafeu – com a foto de uma mulher e um garotinho. Quando chegara a casa estava vazia, tinha sido deixada por outra família? Quem havia morado alí? Para onde foram? Quem eram as pessoas da foto? Essas e várias outras perguntas surgiram na cabeça da garota.

No dia seguinte, depois das apresentações iniciais dos novos moradores, de como funcionava e era a Miramar, seu modo de vida, os ideais de Caroline para os jovens e como lidar com suas habilidades, os 5 adolescentes se encontram na escola e os novatos começam a entender melhor o porquê de estarem alí. Menos Liz, que ainda não entendia o motivo de sua mudança, já que não tem nenhum “poder”.

Certo dia quando Daniel e o resto do grupo estava no gramado do local de treino, avistaram uma garota sozinha na árvore, e sara questionou o porquê dela ficar sozinha. De tanto insistir convenceu o grupo a conversar com ela, e com seu jeitinho todo animado e confiante fez com que a garota, cujo o nome era Amanda, começasse a andar com o grupo.

No outro dia Sara dera conta de que Amanda simplesmente desaparecera, sem dar notícias nem nada, e então foi até à praia a procura da garota. Gabriel vendo Sara correndo pelo corredor da escola resolveu ir atrás, deixando os três meninos – Arthur, Erick e Jhonatan – na sala de aula. sara foi avisar ao resto do grupo sobre o sumiço e enquanto eles procuravam por Amanda, Gabriel sempre estava atrás, os seguindo, sem que percebessem.
Ao chegarem à casa de Amanda um pouco antes do almoço, viram muitas coisas que não deveriam ver, e para isso foram hipnotizados para esquecer o que havia visto ali e foram levados ao hospital para que se recuperassem daquilo.

Gabriel não foi pego ali, então tirou várias fotos do ocorrido e foi embora, ele não confiava o suficiente em Arthur para contá-lo o que havia visto, então guardou o “segredo”. Naquela tarde, quando Liz mostrou o camafeu à Dan, ele havia a dito que as pessoas iam embora dali sem nunca se despedirem, e então Liz começou a questionar isso, fazendo com que o grupo fosse atrás de Amanda.

Isso leva a história a ter um desfecho incrível pois se junta com a nova amizade que surge entre Gabriel e o grupo de Dan, a descoberta: dos poderes de Liz, de quem eram aquelas pessoas das fotos no camafeu/relicário e o que acontece com as pessoas que vão embora de Miramar, isso tudo faz com que a curiosidade fale mais alto e o leitor se prenda à leitura de uma forma inacreditável. Eu mal posso esperar para ler a continuação, realmente estou muito curiosa!!

 

 

Resenha - Filme

Plano B – Resenha #4

planob

Heyy gente!

Nesse fim de semana eu assisti ao filme Plano B, ele é de 2010 e mesmo assim achei que seria uma boa falar um pouco dele aqui.


pllanobTítulo: Plano B
Gênero: Comédia Romântica
Classificação: 5/5
Sinopse: 
Zoe (Jennifer Lopez) cansada em esperar o homem o certo, e decidida a ser mãe elabora um plano, marca uma consulta e resolver fazer inseminação artificial. Neste mesmo dia, por um grande acaso conhece o Stan (Alex O’Loughlin) que pode ser uma possibilidade real de relacionamento. Zoe tenta manter o relacionamento no nível da amizade, ao mesmo tempo em que precisa esconder os primeiros sinais da gravidez. Quando decide revelar a verdade, Stan lhe diz que está disposto a encarar a situação.

Zoe é uma mulher independente, bonita, porém não confia muito nas pessoas. Ela é feliz em seu trabalho, então podemos dizer que está tudo perfeito em sua vida? Não, para ela não está. Ela quer ter um filho, porém até hoje não encontrou o amor de sua vida, então resolve fazer isso sozinha. Ela aposta em uma inseminação. Depois de fazê-la, tudo parece perfeito, até conhecer Stan, um cara convencido, bonito e divertido, que até hoje também não encontrou o amor de sua vida. E é aí que você começa a dar risadas com o filme. Quando eles se conhecem já faz você – pelo menos me fez – rir um pouco, quem briga por causa de um táxi? Eles.
planb
Os dois se encontram outras vezes e começam a se interessar um pelo outro, e no decorrer do filme começam a ter um relacionamento. Stan surta quando descobre que Zoe está gravida, e mesmo assim, embarca nessa aventura de ser pai. Até que Zoe, que não confia nas pessoas, manda ele ir embora.
Depois disso, eles se reconciliam, ele volta para casa, larga a faculdade – como largou os estudos cedo, resolveu voltar a estudar – para cuidar dos filhos – sim, filhos. Zoe descobre estar gravida de gêmeos, o que o deixa mais louco ainda.
planoob
“Tem dois corações batendo.” “Meu filho tem dois corações?” “Não, mas você tem gêmeos.”
O final do filme é lindo e engraçado, bem que podia ter uma continuação, pois meio que deixa um mistério no ar. Eu achei esse filme um pouco diferente dos outros de comédia romântica pois ele mostra antes de tudo a realidade, o pânico de ter filhos, o medo de nada dar certo, o medo de o dinheiro faltar. O filme mostra que a base de um relacionamento não é só o amor, precisa também de confiança.

Espero que tenham gostado da resenha. Deixe aí embaixo o que achou!
Resenha - Livro

Garota Online – Resenha #3

girl online

Heyy gente!

Primeiramente quero pedir desculpa por ter sumido, juro que não foi por querer, tive uns problemas com a internet e só consegui postar hoje.

Eu tinha visto falando em vários lugares que o livro Garota Online não foi bom o suficiente, que esperavam mais da história, que a Zoella é melhor falando do que escrevendo, e isso me tirou um pouco o entusiasmo que tive ao ler a sinopse do livro e ele acabou indo para o final da minha lista. Mas eu aproveitei que minha amiga tinha o livro e peguei com ela para ler, e pra ser sincera, eu ainda estou sentindo como se parte minha tivesse sido levada – sério – eu li o livro durante quatro dias e mesmo assim me senti muito próxima da personagem e da história. A gente – eu, no caso – lê o livro rápido querendo chegar no final, mas quando chega se arrepende por ter acabado, qual sentido disso?

PS: Tenho que admitir que a amizade de Penny com Elliot é uma das melhores coisas do livro, acho que todo mundo deveria ter uma amizade como esta.


Nome: Garota Online

Autora: Zoe Sugg

Classificação: 5/5

Penny, é uma garota meio tímida e totalmente desajeitada. Ela resolve criar um blog chamado Garota Online porém o escreve em anônimo, para poder “ser ela mesma” coisa que não é no dia-a-dia. Na peça de teatro da escola, perto das férias, ela é chamada para fotografar os alunos no palco, e, ao subir ela tropeça e cai no chão, e acaba mostrando a sua pior calcinha para a escola toda, quando a gente acha que não dá pra ficar pior, acaba ficando. A peça foi filmada e logo depois o vídeo de Penny e sua calcinha de unicórnios já estava na internet. Ela falta os dois próximos dias de aula para ir para New York porque sua mãe é contratada para fazer a decoração de uma festa de casamentos nos Estados Unidos. Instalada em um dos hotéis mais incríveis do lugar, ela acaba conhecendo um garoto, Noah, pelo qual se apaixona e acaba percebendo que a vida dela não é tão ruim assim. Ela sempre escreve em seu blog sobre as coisas que acontecem com ela e Noah, porém Elliot, seu melhor amigo, o único que sabe que ela escreve o blog, acaba ficando com ciúmes. Penny e Noah passam dias maravilhosos juntos, porém, Penny não faz ideia de qual é a verdadeira identidade do garoto, o que a trás grandes dores de cabeça ao voltar para a Inglaterra e descobrir.

garotaonline