Resenha - Filme

Plano B – Resenha #4

planob

Heyy gente!

Nesse fim de semana eu assisti ao filme Plano B, ele é de 2010 e mesmo assim achei que seria uma boa falar um pouco dele aqui.


pllanobTítulo: Plano B
Gênero: Comédia Romântica
Classificação: 5/5
Sinopse: 
Zoe (Jennifer Lopez) cansada em esperar o homem o certo, e decidida a ser mãe elabora um plano, marca uma consulta e resolver fazer inseminação artificial. Neste mesmo dia, por um grande acaso conhece o Stan (Alex O’Loughlin) que pode ser uma possibilidade real de relacionamento. Zoe tenta manter o relacionamento no nível da amizade, ao mesmo tempo em que precisa esconder os primeiros sinais da gravidez. Quando decide revelar a verdade, Stan lhe diz que está disposto a encarar a situação.

Zoe é uma mulher independente, bonita, porém não confia muito nas pessoas. Ela é feliz em seu trabalho, então podemos dizer que está tudo perfeito em sua vida? Não, para ela não está. Ela quer ter um filho, porém até hoje não encontrou o amor de sua vida, então resolve fazer isso sozinha. Ela aposta em uma inseminação. Depois de fazê-la, tudo parece perfeito, até conhecer Stan, um cara convencido, bonito e divertido, que até hoje também não encontrou o amor de sua vida. E é aí que você começa a dar risadas com o filme. Quando eles se conhecem já faz você – pelo menos me fez – rir um pouco, quem briga por causa de um táxi? Eles.
planb
Os dois se encontram outras vezes e começam a se interessar um pelo outro, e no decorrer do filme começam a ter um relacionamento. Stan surta quando descobre que Zoe está gravida, e mesmo assim, embarca nessa aventura de ser pai. Até que Zoe, que não confia nas pessoas, manda ele ir embora.
Depois disso, eles se reconciliam, ele volta para casa, larga a faculdade – como largou os estudos cedo, resolveu voltar a estudar – para cuidar dos filhos – sim, filhos. Zoe descobre estar gravida de gêmeos, o que o deixa mais louco ainda.
planoob
“Tem dois corações batendo.” “Meu filho tem dois corações?” “Não, mas você tem gêmeos.”
O final do filme é lindo e engraçado, bem que podia ter uma continuação, pois meio que deixa um mistério no ar. Eu achei esse filme um pouco diferente dos outros de comédia romântica pois ele mostra antes de tudo a realidade, o pânico de ter filhos, o medo de nada dar certo, o medo de o dinheiro faltar. O filme mostra que a base de um relacionamento não é só o amor, precisa também de confiança.

Espero que tenham gostado da resenha. Deixe aí embaixo o que achou!
Filme

FILMES DO FDS

Heyy gente!

Esse fim de semana só choveu aqui, e para não ficar no tédio em casa, escolhi três filmes para assistir, e vim falar sobre eles hoje.

Primeiro:
Um amor para recordar
umamorpararecordar

Sinopse: Landon é um jovem sem metas e irresponsável, que foi punido por ter feito uma brincadeira de mau gosto a um rapaz que quase fica paraplégico. Como punição, o diretor da escola faz com que ele (Landon) participe da produção de uma peça que está sendo montada; durante os ensaios, Landon aproxima-se de Jamie Sullivan, filha do pastor da pequena cidadezinha onde moram, uma garota “certinha” que tem uma lista de desejos a realizar-se e que o ajuda a ensaiar para a peça com apenas uma condição: que ele não pode apaixonar-se por ela. Porém, eles se apaixonam, mas Jamie guarda um segredo: ela tem leucemia há dois anos.

Gênero: Drama e Romance.

Opinião: Eu acho que todo mundo já assistiu esse filme, mas se alguém ainda não assistiu, super indico. Eu por exemplo, não me canso dessa história.


Segundo:

Será que?
seraquee

Sinopse: Wallace e Chantry se conhecem numa festa quando estão lendo poemas minimalistas escritos com imãs na geladeira da casa. Imediatamente eles percebem que têm uma química perfeita… como amigos. Desse momento em diante eles começam uma história juntos em que se encontram sempre, falam de absolutamente tudo, de filmes a doenças e presentes indesejados de Natal. Essa história entre eles seria muito natural se não fosse por um detalhe: Chantry namora há anos com o cara praticamente perfeito. Mesmo assim, Wallace se apaixona por Chantry, que também precisa arrumar um jeito de lidar com seus sentimentos por Wallace. Será que a amizade acaba quando um casal começa a querer mais um do outro? Será que os dois amigos podem controlar o desejo e simplesmente apreciar o lado bom de uma paixão platônica?

Gênero: Comédia, Romance e Drama.

Opinião: Eu simplesmente amei esse filme, a história mostra meio que a realidade pois, quem nunca se apaixonou e não foi correspondido né?


Terceiro:

Teen Beach 2
teenbeach2

Sinopse: Brady e Mack finalmente conseguem sair do filme “Onda sublime onda”. Porém, agora os personagens Lela e Tanner vão para o mundo real. Com isso devem aprender como se comportar no futuro, o contrário do que acontece no primeiro filme. As dificuldades começam quando descobrem que eles e seus amigos poderão sumir se não voltarem para sua realidade colocando em risco o romance de Brady e Mack e o mundo dos anos 60.

Gênero: Comédia musical.

Opinião: Eu amo esse filme huahauhaua é uma história bem legal e distrativa, mas antes de assistir esse, é bom assistir o primeiro, para não ficar muito confuso.


Já assistiu algum desses filmes, ou se interessou por algum? Se sim, deixa aí embaixo! Escreve aí também qual o último filme que você assistiu, para eu assistir também (:

Filme x realidade

Filme romântico x Realidade

xxx

Heyy gente!

Como eu já falei antes, eu gosto muito de filmes românticos e então resolvi citar algumas coisas que acontecem muito nesse tipo de filme e não acontecem na vida real. Vamos lá!

 Fundo Musical

Esse é o que mais tem, e o que ilude mais as pessoas também. Que momento não seria mais bonito com um fundo musical?

Tombo em câmera lenta com fundo musical

Imagine como seria você escorregar e de repente surgir uma música lenta no fundo, o momento passar super lento, vir alguém e te segurar, nisso vocês se olham e se apaixonam e no dia seguinte estão casados.

Amor a primeira vista e coincidências

O que mais tem nos filmes de romance é isso. Imagine você estar indo para um café e esbarrar com uma pessoa, os olhares se cruzam, vocês se apaixonam – e novamente o fundo musical surge – nisso, em todo lugar que você vai, você vê novamente aquela pessoa e sempre vocês esbarram – e o fundo musical surge de novo.

Ambos se amam intensamente

O casal se ama (óbvio né) e nunca ocorre intrigas entre os dois – e se ocorre, algo sempre faz com que se reconciliem – ou seja, é tudo um mar de rosas.

O homem sempre vai atrás da mulher

Se a mulher resolve ir embora de casa, o homem sempre vai atrás dela no aeroporto – e é incrível como ela sempre tem um lugar para ir – para convencê-la a voltar para casa, e em poucos minutos ela cancela o voo – sem se importar com o dinheiro que gastou comprando a passagem – e volta.


Quem concorda comigo aí? Se tiver alguma outra coisa que já repararam e eu não citei é só deixar nos comentários, quem sabe não tem outro post falando disso, porém com a opinião de vocês?

Filme · Livro

Livro ou filme? #1

ifIstay

Quem nunca assistiu à um filme e só depois descobriu que existe o livro? Quem nunca leu um livro e ficou ansioso para ver o filme? Quem nunca quis ver o filme antes de ler o livro para poder imaginar as cenas? Quem nunca achou o filme nada haver com o livro original? São várias perguntas, e eu sei que, todo mundo já fez isso pelo menos uma vez. E, se não fez, vai fazer algum dia.

E se, em uma situação crítica, você tivesse que escolher entre viver ou morrer?

Hoje resolvi falar sobre o livro e filme Se eu ficar. Eu vi muita gente falar que o livro não é bom, que esperava mais do enredo e tal, mas na minha opinião a história em si, tanto no livro quanto no filme é, realmente muito boa. Esse é o tipo de livro/filme que eu poderia ler/assistir milhões de vezes e não iria me cansar, até porque eu gosto muito de dramas e romances.


Sinopse: Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.

O bom de comprar livros com a capa do filme é que na hora de imaginar os personagens fica tudo bem mais fácil kkkkkk

O livro é escrito com palavras simples, eu demorei acho que dois dias para ler, e tenho que admitir que eu pensei que ia chorar ou algo do tipo mas não aconteceu. Já no filme (que eu vi depois de ler o livro) quando foi aproximando do final eu desabei em lágrimas. E é por isso que eu tenho que dizer que eu gostei mais do filme do que do livro. Mas o livro me prendeu bastante e o filme, nem se fala! E cá entre nós, os filmes que a Chloë Moretz (atriz que interpreta Mia) participa são ótimos, né?

Tem a continuação do livro, que o Adam – namorado da Mia – narra depois de cinco anos desde o acidente, quando ele e Mia não estão mais juntos. E logo logo vai virar filme (palavras da escritora), eu já li a continuação e mal posso esperar para virar filme *-*


Quem já assistiu o filme e leu o livro, tem o mesmo ponto de vista que eu? É só comentar aí embaixo. E se só leu/assistiu o livro/filme, o que achou?

Resenha - Filme

Bad Hair Day – Resenha #1

=Em abril desse ano estreou na Disney do Brasil o filme Bad Hair Day e eu resolvi contar um pouco dele aqui.

A primeira coisa que muita gente pensa quando ouve falar em “filme da Disney” é naqueles filmes chatos, infantis e sem graça, massss eu garanto que esse filme é bem legal. Principalmente se você já acordou com o cabelo todo revoltado.

Monica (Laura Marano) com a pretensão de ser a rainha do baile, passa o fim da tarde da véspera de seu baile de formatura escolhendo o look e penteado mais votado entre os alunos. Para ela, a opinião dos outros era a mais importante. No fim do dia ela resolve passar alguns produtos no cabelo para hidratar e deixá-lo mais bonito para o dia do baile.

No dia seguinte Monica acorda com uma ligação de sua amiga e, ao olhar para a tela do seu celular, para seu maior desespero ela vê seu cabelo todo alto, quebrado e enfim, horrível. Ela desliga o celular e quando percebe, seu vestido havia derretido e seu sapato explodido. A única coisa que restava era o colar que comprara em uma loja. Ela experimenta o colar e logo o tira ao ouvir a campainha tocando.

Ela corre e vai a procura de uma touca para abrir a porta sem que vejam seu cabelo. Ao abrir ela dá de cara com uma mulher que diz ser uma detetive. Depois de conversarem Monica percebe que ela não era detetive e ela conta que estava a procura de um colar, que ela sabia que estava com Monica, porém não disse nada. Monica só aceita arrumar a joia para a detetive se ela ajudá-la com 4 coisas: cabelo, vestido, sapato e carona ao teste de direção. Monica leva o colar com ela e acaba o perdendo. Isso leva as duas para uma perseguição atrás de um ladrão de joias, e você só vai descobrir o final se assistir ao filme!

Eu gostei bastante, pois ele é meio que de colégio americano misturado com ação, e isso me chamou bastante a atenção. (oops, rimou hahahaha)

badhairday2

No dia da estreia do filme nos EUA deu até os amigos de Laura Marano do elenco de Austin & Ally com o cabelo todo atrapalhado.


E aí? Já assistiu o filme? Se sim, se identificou com alguma coisa? Conta aí nos comentários! Se ainda não assistiu, clique aqui para ver o trailer.